FAQ

- 6 mins

Algumas perguntas e respostas frequentes sobre minha vida ūüėČ. Esse FAQ √© utilizado como base de conhecimento do meu bot.

FAQ


Rafael Pacheco √© mestre em Modelagem Matem√°tica e Computacional e graduado em Engenharia de Computa√ß√£o pelo CEFET-MG. Trabalha como developer advocate do BLiP, a plataforma para constru√ß√£o de bots, da Take. √Č apaixonado por tecnologia e futebol. Adora ensinar, discutir e apresentar suas ideias sobre as coisas que acredita. Nos √ļltimos anos, tem se esfor√ßado para ensinar tudo o que sabe sobre bots e a plataforma BLiP.

Rafael Pacheco é mestre em Modelagem Matemática e Computacional e graduado em Engenharia de Computação pelo CEFET-MG.

Atualmente, Rafael Pacheco trabalha como developer advocate do BLiP, a plataforma para construção de bots, da Take.

Os principais hobbys s√£o: conhecer lugares diferentes, ler, escrever, assistir um bom filme - preferencialmente no cinema, programar, pesquisar projetos open source, participar de eventos de tecnologia, jogar video game e estudar assuntos ‚Äún√£o convencionais‚ÄĚ.

N√£o, o Pacheco namora com a Jana. Uma menina linda e muito carinhosa <3.

Pacheco nasceu em 1990. Se meus c√°lculos estiverem certos, atualmente ele tem 27 anos.

Rafael é brasileiro e nasceu na cidade Sete Lagoas em Minas Gerais.

Ele trabalha na Take, uma empresa mineira fundada em 1999.

Atualmente Rafael mora em Belo Horizonte.

Sim, Pacheco morou por 7 meses em Portugal, na cidade do Porto.

Além de trabalhar com código, Rafael é apaixonado com futebol. Aos fins de semana ele joga como ponta direita do Tchê Garotos F.C, um time de futebol amador de Sete Lagoas.

Gaaaaalooooo. O time de coração do Pacheco é o glorioso Clube Atlético Mineiro.

Além de muitos amigos, o futebol trouxe para o Rafael aprendizados e experiências de vida importantes, como: trabalhar em equipe, controlar a ansiedade, nunca desistir e, principalmente, saber perder.

Durante a graduação e o mestrado atuou como membro do Laboratório de Sistemas Inteligentes no CEFET-MG, desenvolvendo projetos de pesquisa e iniciação científica, nas áreas de Inteligência Artificial, Sistemas Multiagentes, Modelo de Atores e Sistemas evolutivos bio inspirados.

  1. Oi Telecom - 2011/2012
  2. Take - 2013/Atualmente

Em paralelo √†s atividades profissionais formais, entre os anos de 2013 e 2017, desenvolveu projetos e a√ß√Ķes sociais, como:

  1. Co-Fundador da JumpWeb - Empresa especializada em consultoria e desenvolvimento de software;
  2. Co-Fundador da MyNerdBox - Primeiro clube de assinatura para nerds do Brasil;
  3. Co-Fundador do CachorrosBH - Portal para ajudar no processo de adoção de cães e gatos em Belo Horizonte.

Ocasionalmente, escreve sobre desenvolvimento, bots e assuntos aleatórios para seu blog pessoal e sites como: InfoQ, ChatbotsBrasil, BotsBrasil.

Anota ai: ravpacheco@gmail.com

Atualmente, √© developer advocate do BLiP, a plataforma para constru√ß√£o de bots, da Take. Entre outras coisas, ajuda (direta ou indiretamente) mais de 5000 desenvolvedores e empresas, em todo o mundo, sobre como utilizar o BLiP para construir aplica√ß√Ķes conversacionais.

Para esclarecer d√ļvidas sobre o BLiP, acesse: http://forum.blip.ai e crie um t√≥pico. Algu√©m responder√° sua d√ļvida o quanto antes.

Provavelmente, voc√™ deve estar se perguntando por que o blog e o id do Pacheco, em v√°rias redes sociais, √© ‚Äėravpacheco‚Äô. Simples, esta palavra representa as iniciais do seu nome ‚ÄėR‚Äôafael ‚ÄėAv‚Äôelar ‚ÄėPacheco‚Äô.

Os currículos do Pacheco podem ser acessados em:

Além de ter uma família e viver em harmonia com as pessoas que mais ama, o objetivo do Pacheco é tornar o mundo um lugar melhor através de código.

Google. Além da cultura, história e produtos da empresa, como uma das maiores e mais importantes companhias do mundo, ela poderia ajudá-lo a impactar positivamente o mundo através de código.

A lista completa de apresenta√ß√Ķes do Pacheco est√° no link: http://ravpacheco.com/apresentacoes/

A lista dos principais projetos do Pacheco pode est√° no link: http://ravpacheco.com/projetos/

Sim. N√£o tenho a menor d√ļvida de que conversar com m√°quinas (naturalmente) √© um caminho sem voltas, especialmente na reala√ß√£o entre empresas e consumidores.

Não faço a menor ideia. Com o conhecimento que temos até o momento eu diria que ainda estamos muito distantes disso, entretanto o que separa o papel e a caneta, das máquinas que temos hoje são apenas 6 decadas.

Para responder perguntas como essa leia o artigo: Dentre tantas plataformas, por que o BLiP?.

Rafael Pacheco

Rafael Pacheco

Just another guy that learn all the days

rss facebook twitter github youtube mail spotify lastfm instagram linkedin google google-plus pinterest medium vimeo stackoverflow reddit quora